Parceira do Sindicomunitário, a SEDS é uma das secretarias mais atuantes na área social do Estado de São Paulo

Na próxima quarta-feira (17), será realizado o ciclo de capacitação ‘Migração e Refúigio’

O Sindicomunitário-SP, através de seu presidente José Roberto Prebill, tem tido uma participação bastante produtiva junto ao Governo do Estado de São Paulo. Essa parceria foi consolidada em outubro/2013, quando o companheiro Roberto Prebill foi indicado para compor a Comissão Estadual do Emprego e Trabalho Decente.

A partir de então, diversos projetos e programas surgiram, e o Sindicomunitário tem marcado presença sempre que convocado.

Recentemente, nosso sindicato também está tendo forte atuação na área social e tem contado com grande apoio, entre outras, da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social (SEDS).

Nossa categoria já realiza, naturalmente, um intenso trabalho social, principalmente nas comunidades menos assistidas através dos ACS, ACE, APAs e acompanhantes comunitários. Mas agora estamos atendendo também outros segmentos, como imigrantes e refugiados, que têm tido grande apoio da SEDS.

São Paulo é o estado que mais recebeu solicitações de refúgio no Brasil e na América Latina, segundo o Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE). Por isso, há uma grande mobilização em torno desses companheiros para tentar garantir sua adaptação e qualidade de vida em nosso País.

A SEDS, por meio da Escola de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo (Edesp), em parceira com o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), promove na próxima quarta-feira (17 de fevereiro), das 8h30 às 13h, ciclo de capacitação “Migração e Refúgio”, com transmissão streaming (à distância). O ciclo é voltado aos agentes públicos estaduais e municipais dos 645 municípios de São Paulo e também a todos que fazem parte da rede de proteção social, como instituições, entidades e comitês. Temas importantes serão abordados nas palestras como as categorias migratórias no Brasil, o panorama do refúgio no Brasil e no mundo e o acesso a direitos para refugiados e migrantes.

 

Outras ações 

O trabalho da SEDS é constante e intenso. Recentemente, a secretaria se reuniu com diferentes segmentos da sociedade para planejar ações focadas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU (Organização das Nações Unidas). A oficina “Ações Intersetoriais para alcançar os ODS 2030 da ONU”, realizada no auditório da SEDS, reuniu representantes das áreas da Saúde, da Assistência Social, da Educação, da Cultura e da Agricultura. Também estiveram presentes representantes da OPAS/OMS, Sociedade Civil e das Coordenadorias da População Indígena e Negra, LGBT e da Criança e do Adolescente.

 

Oficina Ações Intersetoriais para alcançar os ODS 2030 da ONU. (Foto: Edison R. Filho/Seds)

 

Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, aprovados na Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, são específicos para trazer mudanças positivas sociais, econômicas e ambientais na vida das pessoas. Em bora de natureza globais e universalmente aplicáveis, dialogam com as políticas e ações nos âmbitos regional e local.

E não é apenas na capital paulista que a SEDS é atuante. O Governo do Estado, através da SEDS, assinou convênio com a APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) da cidade de Dois Córregos para repasse de R$ 768 mil. A verba é destinada à manutenção dos três serviços de Residências Inclusivas que realizam acolhimento integral para pessoas com deficiência.

A rede de restaurantes públicos Bom Prato, coordenada pela SEDS, é outro exemplo de gestão de qualidade. A rede participou do evento gastronômico Gastroart, organizada pela Casa Mônica Dajcz.

Quem esteve presente pôde degustar alguns itens servidos nas unidades do Bom Prato como frango oriental, panachê de legumes, arroz, feijão e salada de alface. Nessa 1ª edição o Governo de São Paulo apresentou o programa Bom Prato e todos puderam conhecer um pouco mais do serviço oferecido nas 50 unidades espalhadas por todo estado.

A rede Bom Prato levou aos presentes um pouco do que é oferecido em suas 50 unidades. (Foto: Fátima Brito/Seds)

Desenvolvimento e Planejamento 

A Secretaria Estadual de Planejamento convidou a SEDS, no último dia 3 de janeiro, para apresentar o Programa Vivaleite como modelo de sucesso de gestão pública do Governo Estadual.

Desde o início de 2015, o programa tem passado por diversas mudanças, com o objetivo de melhorar a eficiência de gestão para garantir segurança alimentar e nutricional das crianças com risco nutritivo. No encontro, foram apresentados os resultados do trabalho para cerca de 40 gestores na Fundação Seade.

Entre os temas abordados foram pontuadas as principais ações de melhoria de gestão do programa como o fortalecimento da agricultura familiar dentro da cadeia produtiva do leite, garantia de um alto padrão na qualidade do leite, fortalecimento da rede de entidades sociais parceiras, reuniões, unificação do cadastro da famílias do Vivaleite no CadÚnico, além de ações intersecretariais.

Para saber mais sobre o trabalho e as ações da SEDS, o endereço do site é: http://www.desenvolvimentosocial.sp.gov.br.

 

Escrito por Fenaac

Atendimento: (11) 2153-4026- contato@fenaac.org.br
Av. Prestes Maia, 241 - 43º andar - Conj. 4301 - 
Vale do Anhangabaú - São Paulo - SP - CEP 01031-001

       

Style Setting

Fonts

Layouts( inner pages )

Direction

Template Widths

px  %

px  %